Tabela INSS 2017 para Extrato

Sendo assim a tabela de pagamentos do INSS para o ano de 2017 foi agora divulgada pela Previdência Social do Brasil. O calendário de 2017 mostra em quais datas do ano serão pagos os benefícios do INSS, seja aposentadoria, pensão por morte ou qualquer outro beneficio que se tenha direito a receber.

Os primeiros a receber o INSS são os segurados que recebem até um salário mínimo de benefício previdenciário. Os pagamentos no ano começam a ser feitos dia 25 de janeiro de 2017, já quem recebe benefício acima de um salário começa a receber os pagamentos 01 de fevereiro de 2017 conforme o cronograma de pagamentos.

Veja que quando o segurado que deseja saber quando irá receber seu benefício do INSS 2017, deve verificar último número do seu cartão de benefício do INSS , excluindo o dígito.

Calendário extrato de pagamentos INSS 2017

Confira o calendário de pagamentos de benefícios da Previdência para o ano de 2017. Os pagamentos se iniciam dia 25 de janeiro e vão até 07 de dezembro de 2o17. Vale ressaltar que quando a data de pagamento cair em feriados, o depósito do benefício é transferido para o dia útil seguinte sempre seguindo essa norma. Tenha em mãos o número de seu benefício para acessar a tabela de extrato do INSS:

De acordo com o serviço ao cidadão: “Para saber o dia de pagamento, os beneficiários devem observar o último número do seu cartão de benefício, excluindo-se o dígito. Mensalmente, mais de 35 milhões de reais de benefícios são pagos pela Previdência Social, e injetam na economia de mais de R$ 38 bilhões.”

Tabela de contribuições para aposentadoria

Note que o valor dos benefícios pagos pela Previdência Social, inclusive as cotas do salário-família, e a tabela de contribuição previdenciária foram agora reajustados em 11,28%. A correção que consta na Portaria Interministerial nº 1 / 16.

Com isso, a tabela de salários-de-contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso válida para esse ano será a seguinte:

  • Faixas salariais (R$) Alíquota para fins de recolhimento ao INSS (%)
  • até R$ 1.556,94 8
  • de R$ 1.556,95 até R$ 2.594,92 9
  • de R$ 2.594,93 até R$ 5.189,82 11

Também reajustado, o salário-família passa a ser de R$ 41,37 por filho menor de 14 anos para trabalhadores que recebem até R$ 806,80 e de R$ 29,16 para aqueles que recebem de R$ 806,81 a R$ 1.212,64

Empréstimo consignado INSS novas regras

Sempre que desejar contratar um empréstimo consignado, o beneficiário deve, inicialmente, escolher uma instituição financeira de sua confiança e de boas referencias ,existe uma lista de empresas conveniadas ao INSS, disponível para consulta no website www.previdencia.gov.br.

Bom saber que o segurado não é obrigado a obter empréstimo no banco em que recebe o pagamento, podendo optar pela instituição financeira que, por exemplo, ofereça a menor taxa de juros ou que for do seu agrado. É interessante buscar o empréstimo após definir o objetivo da contratação e o valor a ser solicitado.

Deve proceder assim ao realizar a operação de crédito, o beneficiário tem de apresentar um documento de identidade, o CPF e o extrato de pagamento. O contrato tem de ser feito na instituição financeira, pessoalmente, com autorização assinada pelo próprio segurado.

Contudo veja como assim dessa forma, há uma garantia de que o empréstimo foi feito por decisão e com o conhecimento do aposentado ou pensionista sem ser nada forçado, evitando operações indevidas. Não são válidos contratos feitos por telefone, por meio de procuração ou por representante legal do segurado, como dependente.

No momento da contratação do empréstimo, é obrigatória a assinatura de uma autorização pelo beneficiário para permitir que o desconto das parcelas do empréstimo ou do cartão de crédito seja feito no benefício mensalmente.

Algumas instituições financeiras incluem esse termo no próprio contrato de crédito a ser assinado, outras usam um formulário à parte do contrato, deve sempre ficar atento.